O pequeno Dom tem seis anos de idade e ama desenhar. Ele possui sua própria conta Instagram, onde coloca todas as suas fotos favoritas. Mas esse não é o fim da história, porque uma vez que ele acabou com suas mini-obras, seu pai recria suas contrapartes do mundo real com uma dose de magia digital e um pouco de humor, deixando o resultado divertido mas bem assustador.

Assim Dom e seu pai criaram um universo alternativo adorável preenchido com os tipos de coisas que só poderíamos sonhar.

1. Desenho do seu papai

2. Olha a cara de alegria do Nemo, depois que o acharam

3. Esse tem as patinhas bem carnudas

4. Uma linda borboleta

5. Olha a nave do astronauta

6. Uma zebra assustadora, não acham?

7. O seu amigo O Elefante Bizarro

8. O simpático pinguim rei

9. O verdadeiro cavalo marinho

10. Bicicleta inovadora

11. O carro do futuro

12. Contar carneirinhos agora tirará o sono

13. À seu critério a definição dessa obra.

14. O astronauta, piloto daquela nave lá de cima

15. Simba é você?

E aí, gostou das criações super realistas feitas por esse pai? Comente aqui!

Pai tenta ajudar filha com currículo mas acaba sendo sincero demais

O pai orgulhoso pela filha querer trabalhar, concordou em ajudá-la e até elaborou um documento super bem estruturado, do jeito que deve ser. O problema foi que ele acabou sendo sincero demais na hora de escrever quais eram as qualificações e também habilidades da filha.

Quando chegou por exemplo no tópico “Educação e Qualificações”, o pai bastante sincero resolveu contar quais eram as reprovações que a filha já tinha tido (francês e finanças) como também as notas baixas que ela teria tirado na escola.

“Experiência Profissional”, ele disse que ela trabalhou com ele em seu escritório, mas que suas habilidades eram “encher o saco do próprio pai”, “não ouvir”, “fuçar o Facebook”, “perder toda a documentação” e “dar todos os dados dos clientes a fraudadores”.

E não parou por aí, ele disse no tópico “outras ocupações” que a filha “fazia bagunças” e “cavava buracos para encontrar dinheiro“. Ah, e ele foi sincero no quesito “qualidades e habilidades“: “preguiçosa, atrasada, relutante, arrogante, rude, odeia pessoas, não trabalha pela manhã, é uma adolescente típica de 16 anos e não se importa com nada.”

Ao ver o que o pai tinha feito, a jovem resolveu compartilhar no Twitter, talvez uma alerta para outros jovens nunca pedir ajuda dos pais, assim como ela. “me lembre de não deixar meu pai escrever o meu currículo”, disse ela compartilhando as fotos.