Homem tira fotos de animal raro pouco antes de sua morte.





Na vida de um fotógrafo de vida selvagem, muitas fotos de sucesso dependem de pura sorte. Alguns ficam esperando encontrar um animal muito especial para fotografar, mas muitas vezes isso é em vão.
Will Burrard-Lucas é um dos que acabou tendo sorte. Quando estava no Parque Nacional do Leste de Tsavo, no Quênia, ele encontrou uma majestosa e velha elefante fêmea.

A idosa era até mesmo uma “tusker”. Essa palavra – originária do inglês “tusk”, que significa “presa” – descreve elefantes que são tão velhos, que suas presas chegam ao chão.


Estima-se que existam apenas 20 “tuskers” no mundo. Suas enormes presas fazem deles uma cobiçada presa de caçadores atrás de marfim.

Ela era conhecida como “F_MU1” pelos guardas locais, mas Will decidiu chamá-la de “Rainha Elefante”.

Pela sua figura imponente, ela deveria ter pelo menos 60 anos. É um milagre que ela tenha vivido tanto tempo sem ser vítima dos caçadores.

Pouco tempo depois de Will conseguir tirar as fotos, a Rainha Elefante morreu de causas naturais. “Vê-la foi um privilégio e uma felicidade da qual eu jamais me esquecerei”, diz Will sobre o encontro.










Sahred From Source link Entertainment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *