Protetor dos animais denuncia serial killer de filhotes de gatos


Um vídeo mostra um homem dentro de um carro espancando dois filhotes de gato que ele havia adotado. O crime aconteceu em Petrópolis, na Região Serrana do Rio, no domingo (24). Segundo a polícia, ele foi autuado pelo crime de maus-tratos.

Veja o vídeo AQUI.

 

Domingos Galante, que é protetor de animais na cidade, afirma que o agressor adotou os gatos através de um site na internet. Depois que as imagens começaram a circular na internet, novos casos de maus-tratos foram revelados.

“Ele já fez isso outras vezes, as pessoas estão começando a denunciar. É um serial killer de filhotes felinos. Dessa vez ele foi filmado e vai pagar por esse crime”, afirma Domingos.

As imagens mostram o agressor, de 43 anos, dando tapas e socos nos gatinhos. Em um momento, ele aparenta querer acalmar um dos filhotes e, em seguida, dá um golpe na cabeça dele.

O homem pega os gatinhos de dentro de uma caixa de papelão usando luvas brancas. O vídeo com cerca de um minuto mostra ainda o agressor observando, aparentemente, se os animais morreram.

O agressor sai do carro, pega a caixa de papelão que estava no carona e “despeja” os gatos próximo a um canteiro. O G1 tenta confirmar com a Polícia Civil se os filhotes morreram. O homem deixa o local no carro da empresa onde trabalha.

Domingos Galante foi até a delegacia depois que recebeu o vídeo com o registro do crime.

“Passamos tudo para um inspetor e, nesse meio tempo, o vídeo viralizou. A polícia achou a placa do carro que ele estava. Ele apareceu na delegacia com dois advogados alegando que achou os gatos na rua. Disse que os bichos atacaram e, por isso, ele bateu neles”, contou o protetor de animais.

Animais foram adotados pelo agressor

Domingos Galante teve acesso a conversas por um aplicativo que mostram que o agressor adotou os filhotes de gato através de um site.

Segundo Domingos, o casal que doou os animais esteve na 105ª Delegacia de Polícia e também prestou depoimento contra o homem.

“Ele combinou a adoção toda ontem (domingo), pegou os gatos às 16h30 e foi para a Rua Buenos Aires achando que era um local deserto, onde praticou a ‘sandice’“, explicou o protetor.

Em nota enviada ao G1, a Polícia Civil informou que o homem “foi identificado como a pessoa que aparecia nas imagens que estavam sendo divulgadas” e que “ao final da investigação, confirmada a autoria, o procedimento será encaminhado ao Juizado Especial Criminal (Jecrim)”.

G1 tenta contato com a defesa do suspeito.

Fonte: G1 Globo



Sahred From Source link Entertainment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *